EL SHADDAI: ASCENCION OF THE METRATON – DEMO PARA PS3

Desenvolvido por Takeyasu Sawaki, o mesmo por trás dos incríveis Devil May Cry e Okami, o game conta a historia de Enoch, um padre cuja missão é destruir sete anjos caídos, que querem iniciar uma imensa inundação, um dilúvio, para acabar com o a raça humana de vez. Neste caminho, Enoch é auxiliado por um cara chamado Lúcifer (sim, ele mesmo, mas antes de sua expulsão, ou queda), um anjo da guarda encarregado da proteção do mundo que existe fora do fluxo do tempo, e por quatro Arcanjos: Rafael, Uriel, Gabriel e Miguel. História mais que interessante e que, com certeza, é formula de sucesso! Correto? Errado! Pelo menos pelo que está aparente neste demo, aqui testado no Playstation 3.

Pelo que é mostrado no demo, trata-se de um game em terceira pessoa, no bom e velho estilo hack and slash, onde o protagonista não possui armas, e sim as rouba de seus inimigos das trevas, convertendo-as em “armas divinas”. Até ai tudo bem bolado e divertido, porém, as armas são as mais esquisitas e sem graça possíveis, como uma espécie de “arco” que não lança flechas, e você só bate nos inimigos com ele, ou em outro caso, uns cristais em que você pode acertar os inimigos de longe com uma espécie de petardo, este ai um pouco menos pior. Quanto as lutas, extremamente tediosas, no estilo “fecha a sala, bate em todos os inimigos, abre a sala, vai para uma nova sala, e tudo se inicia novamente” sem puzzles, pelo menos neste demo, ou alguma aparente evolução do personagem. A fotografia é tosca, com cenários horripilantes e gráficos que lembram a porcaria chamada No More Heroes, ou algum game antigo de Playstation 1, principalmente quando a coisa pende para a aparência dos personagens, com Um Enoch parecendo um Stormtropper, vestindo meia armadura, e sem detalhe algum. Alguns vão falar que são gráficos artísticos, com Cell Shading, etc.. Mas, no caso de El Shaddai, isso não cola, vide Okami, do mesmo diretor, que é um game artístico, porém, extremamente bem feito, uma verdadeira obra de arte narrativa e gráfica. Os inimigos são toscos e parecem ter saído do game Pandemonium, um bom game e um dos carros chefes do antigo Playstation 1, mas que, para este game, não funcionam de forma alguma. No demo, fui até o que seria um dos anjos caídos, que mais parecia um personagem do game Patapon, para o PSP.

Em resumo, pelo que foi apresentado neste demo, El Shaddai aparenta ser mais um game onde o Hype e a inspiração em um grande folclore podem disseminá-lo bem, mas que, porém, se o game completo seguir somente o que o demo mostrou, tende a ser um dos mais retumbantes fracassos deste ano. Sinceramente, espero que não! Com certeza, em seu lançamento, pretendo fazer um review completo. Aguardem… 😉

El Shaddai será lançado para Playstation 3 e Xbox 360, e tem sua data prevista para 26 de Julho de 2011, no Ocidente. No Japão, a principio, já foi lançado em Abril.

Galeria de Fotos:

Veja também um Video de El Shaddai, do Gamespot:

Um Pouco de Mitologia:

El Shaddai usa, como já disse acima, varias referencias do antigo testamento e do livro de Enoch. Vamos a algumas curiosidades, apenas para situar o ávido leitor:

El Shaddai, na mitologia Judaica, é um dos nomes de Deus (uma tradução mais próxima seria algo como “Deus todo-poderoso”) que também é relacionado ao nome Metraton, que é um dos anjos de Deus.

Na mitologia do Judaísmo, Metraton é um Serafim, a classe mais poderosa na hierarquia angélica e o mais poderoso de todos os serafins, tendo 72 asas, separadas por 12 pares de 6, incontáveis olhos, que seriam necessários para observar a tudo e a todos. Seu poder somente estaria abaixo do poder do próprio Deus. Seu nome quer dizer “Mais próximo do trono”, ou seja, está ao lado de Deus, governando o universo.

Segundo o que está escrito em Genesis, capitulo 5, versos de 22 a 24, Metraton, na verdade, seria a outra forma de Enoch, que fora transformado por Deus: “E andou Enoch com Deus, depois que gerou a Matusalém, trezentos anos, e gerou filhos e filhas. E foram todos os dias de Enoch trezentos e sessenta e cinco anos. E andou Enoch com Deus; e não apareceu mais, porquanto Deus para si o tomou. Este Enoch, cuja carne foi transformada em chama, suas veias ao fogo, seus cílios para relâmpagos, seus olhos para tochas de fogo, e a quem Deus colocou em um trono ao lado do trono da glória, recebeu após esta celestial a transformação do nome Metatron”.

🙂

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: