BLOOD OMEN 2: A IRA DE KAIN

Capitulo 2 – Blood Omen 2: Legacy of Kain

O vampiro, Kain, recusou-se a sacrificar-se para salvar os pilares de Nosgoth ao final de Blood Omen: Legacy of Kain, com isso, condenando os pilares, e a terra de Nosgoth, a uma eternidade de depravação e decadência.

Após sua recusa ao auto-sacrificio, Kain constrói um exercito de vampiros, com a ajuda de Vorador, um vampiro ancião, querendo com este exército dominar o mundo inteiro. Cerca de 400 anos após os eventos de Blood Omen: Legacy of Kain (aqui começa uma serie de distorções temporais, que seguiria pelo restante dos games da serie), Kain acorda em Meridian, a capital industrial de Nosghot, lembrando-se vagamente do que acontecera, bem como muito fraco. Ele é despertado por um vampiro chamado Umah, que o informa que ele dormira por cerca de duzentos anos.

Duzentos anos antes, a conquista de Nosgoth por Kain, fora impedida por um clã de caçadores de Vampiros denominados de a Ordem Sarafan. Esta ordem destruiu o exercito de Kain que, por sua vez, também fora subjugado por seu líder, lorde Sarafan, que também tomou a poderosa espada Soul Reaver, de Kain para si. Nos anos que se passaram, lorde Sarafan impôs uma rígida lei marcial na população humana de Nosgoth, e também iniciando uma grande revolução industrial empregando “Mágica dos Glifos” – Um novo tipo de poder, mortal para os vampiros. A ordem Sarafan caçou os vampiros remanescentes, fazendo com que os mesmos chegassem bem próximos da extinção: Como resultados desta caça, vários vampiros, com o intuito de se salvarem, juraram lealdade e servidão ao lorde Sarafan. Portanto, tendo este cenário caótico onde Blood Omen 2: Legacy of Kain, Kain inicia sua nova jornada, desta vez, em busca de vingança contra lorde Sarafan, onde pretende reclamar sua espada, a Soul Reaver, bem como destruir seu inimigo e continua sua ascensão ao poder.

A grande diferença para este game, em relação ao primeiro Blood Omen é o sistema de jogo, que muda drasticamente. O cenário 2D, com visão aérea se foi, dando lugar a um cenário completamente em 3D, com visão em terceira pessoa, que seria também a visão a ser adotada para o restante dos games da serie. A jogabilidade está muito mais refinada, bem como os detalhes muito mais relevantes, principalmente, no que se diz respeito à violência empregada. As lutas são bem decentes e Kain possui vários golpes ao melhor estilo “Quick Kill”, que podem ser acionados em ataques do tipo Stealth (camuflados). Os poderes que Kain adquire neste game, os chamados “Dark Gifts” também são um show a parte, dando a Kain poderes incríveis, que o auxiliam até o final do game. Estes Dark Gifts, a exceção dos que já são de Kain, desde o inicio, são conseguidos após as vitórias sobre certos inimigos chave derrotados durante o game. São eles: Mist form – Névoa (Kain): Um dos Dark Gifts iniciais, que já são possuídos por Kain, e um dos mais legais e uteis de todo o game; Quando Kain está em forma de névoa, ele fica praticamente invisível, e com a habilidade de desferir golpes mortais, bem a frente de seus inimigos, fazendo com que percebam só quando seja tarde demais. É nesta forma que Kain mais consegue aplicar vários tipos de “Quick Kills” que variam desde quebrar pescoços até decepar a cabeça de seus oponentes, dependendo com que arma ele estiver no momento.

Fury – Fúria (Kain): O Segundo dos Dark Gifts, que Kain já possui desde o inicio; Durante o combate, este poder da à Kain a habilidade de desferir golpes co o dobro da força normal, o que resulta em golpes devastadores. Este poder em particular, é controlado pela “Barra de Raiva” de Kain que, ao ficar completamente cheia, habilita o uso da fúria.

Jump – Salto (Inimigo a ser vencido: Faustus): Permite a Kain saltar a grandes distâncias. Quando este poder é ativado, Kain se prepara para o pulo e, uma “imagem fantasma” sua aparece na tela. Esta imagem mostra para onde Kain vai saltar, mas, somente quando esta imagem fica com a cor púrpura, é que o salto pode ser feito, ou seja, uma área acessível fora encontrada. Este poder também pode ser usado para ataques, bastando direcionar a imagem fantasma para um inimigo e, quando a mesma ficar vermelha, efetuar o salto e dilacerar quem estiver na frente.

 Charm – Controle mental (Inimigo a ser vencido: Marcus): Kain, com este poder, pode controlar as mentes dos civis humanos, fazendo co que executem tarefas como destrancar portas ou desativar mecanismos. (Quando usado, este poder permite ao gamer controlar determinado humano e executar a tarefa.)

 Berserk – Seqüência de ataques (Inimigo a ser vencido: Sebastian): Permite a Kain executar uma seqüência esmagadora de ataques contra um inimigo, culminando em um golpe final esmagador, de forma cinematográfica, muito útil. Este pode também é alimentado pela barra de raiva.

Telekinesis – Telecinésia (Após o encontro com The Seer): Permite a Kain controlar certos objetos, usando o poder de sua mente..

Immolate – Incineração (Inimigo a ser vencido: Magnus): O ultimo Dark Gift é também um dos mais divertidos de serem usados, e também um dos mais poderosos, que permite a Kain incinerar seus inimigos usando o poder da mente. Este poder também e alimentado pela barra de raiva.

Soul Reaver (Inimigo a ser vencido: Lorde Sarafan): Na verdade, não é um Dark Gift, e sim, a Soul Reaver, poderosa e indestrutível arma, que fora tomada de Kain por seu inimigo, e que ele deve reconquistar de suas mãos mortas.

A questão das armas também fora bem mais aprimorada. Kain pode usar uma vasta gama de armas durante o jogo, o que permite uma infinidade de diferentes tipos de ataques e Quick kills. Com o uso, estas armas quebram e outras precisam ser encontradas.

Outro fator bem interessante deste game é que, dentro da narrativa, apesar de ele ser o Quarto game da serie, em, termos de criação, na verdade, é o segundo na cronologia, mas se passa em uma realidade alternativa, devido a eventos ocorridos no game Soul Reaver 2. Para alguns, ele não é considerado parte da história oficial, mas para outros, sim. O fato é que, deixando de lado esta polemica, Blood Omen 2, sem dúvida, é uma incrível continuação desta incrível saga, que te prende do começo ao fim, com uma aventura, ao mesmo tempo difícil e empolgante, sem ser monótona, e que, sem dúvida, vale a pena ser jogada várias vezes.

Dados técnicos:

Desenvolvido por: Crystal Dynamics
Publicado por: Eidos Interactive
Ano de lançamento: 2002-2003
Plataformas: 2002 PlayStation 2 Xbox Microsoft Windows 2003 Nintendo GameCube

Veja abaixo um trailer do game:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: