BATALHAS INTERNAS – Quando você encara você mesmo…

Domingo, são quase 6 horas da manhã. Olho pela janela e começo a acompanhar os primeiros vestígios do fim de mais uma noite, mais uma noite de insônia, como muitas que já tive em minha vida, e como muitas que ainda terei. Em meio a uma olhada na net, uma espiada em algum filme que está passando na TV ou mesmo entre uma ou outra olhada na playlist do meu Ipod, peguei-me pensando, ponderando a respeito de acontecimentos que ocorrem em nossas vidas, nos marcando de tal forma, que ao invés de tentarmos buscar as respostas em algo ou em alguém, temos que busca-las em nós mesmos, e é ai que entramos em contato com um oceano de sentimentos que permeia a nossa mente, que são resultado de algum acontecimento externo, com certeza, mas que nos afetam internamente de tal forma, que as vezes não conseguimos entender, muito menos lidar com eles. A psicologia diz que o processo de luto tem 7 etapas especificas que, pelas quais, todo o ser humano passa. São elas choque, negação, depressão, culpa, ansiedade, agressividade e aceitação. Isso são fatos, todo mundo passa por isso, mesmo que não tenha consicência de que está acontecendo. Porém, o mais impressionante nisso não são as fases em si, mas sim a passagem de uma para outra, onde ocorrem verdadeiras batalhas internas em nós, onde a racionalidade trava uma luta violentissima com a emoção, tornando nossa vida uma verdadeira montanha russa de sentimentos. Imagine só você ter que passar de um sentimento como um choque, geralmente desencadeado por uma grande decepção, algo com que você contava plenamente, algo que te impelia a fazer muitos planos e ter grandes expectativas, chegando até a aceitação, quando todos estes planos, expectativas que moviam sua vida, passarem a ser meras lembranças, muitas vezes nocivas, mas agora somente lembranças. Imagine quanta energia fora gasta nesta alquimia que acontece dentro de nós, quantas noites chorando, quantos dias perdido em pensamentos que só atormentavam, que só lhe faziam lembrar de tudo o que você havia perdido. Mas realmente o pior disso é ter, como já citado, seu lado racional contra seu emocional, degladiando-se para ver quem leva o premio, que é a sua vontade e escolha. Ambos são sabios, mas são antagônicos e, neste momento de crise, somente um deles está certo, sempre. Pode ser qualquer um dos dois, bem como o correto pode estar mascarado por sentimentos mais poderosos, como o medo, também grande antagonista do amor e cheio de poder. Porém, como eu mesmo estou aprendendo, toda esta batalha interna tem um grande propósito talvez, que é a oportunidade mais certa e mais eficaz de você conhecer a você mesmo, entrar em contato com seu subconsciente, conversar com sua consciência, verificar suas ações e ai sim, ponderar sobre quem está certo ou não. Talvez todo este amalgama de sentimentos seja mais um truque da natureza, para nos fazer evoluir como seres humanos, pois, para você poder conhecer e lidar com os outros, deve conhecer e lidar com você mesmo, vencendo este turbilhão de emoções…

E não adianta tentar “pular” nenhuma destas fases de seu luto pessoal, pois não tem jeito, você tem que passar por todas as partes, rezar para sobreviver e, ai sim poder evoluir e seguir adiante.

Bem, divaguei bastante já por uma noite não dorminda. Já são 06:30 hs e Morpheus já está querendo bater um papo comigo nesta manhã fria de domingo. Vou  beber o ultimo gole de coca-cola que estava no copo, mais aguada impossível, desligar a TV, meu Ipod, apagar a luz e bater um papo com o Deus do sono.

Eu, sozinho, envolto em minhas cobertas e em minha própria montanha russa, e encarando a mim mesmo, para não perder a esperança, e a sanidade…

Boa sorte a todos no campo de batalha !!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: